Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

iluminando

"Quem governa Portugal somos todos e não uma corte de iluminados em Lisboa" (António José Seguro, 23/07/2014)

iluminando

"Quem governa Portugal somos todos e não uma corte de iluminados em Lisboa" (António José Seguro, 23/07/2014)

A pergunta a que militantes e simpatizantes vão ter de responder no dia 28

Pedro Nuno Santos, no i: Quem está em melhores condições?

 

«[...] António Costa centrou a sua campanha na afirmação de uma agenda para o país, com um horizonte de médio e longo prazo - a Agenda para a Década - e na defesa de um programa de recuperação económica, em articulação com essa estratégia. António José Seguro optou pelo confronto pessoal, pela estratégia de vitimização e pela defesa do direito a ser recompensado pelos três anos à frente do PS, como se disputar as eleições legislativas do próximo ano fosse um prémio. António Costa percebe que a única maneira de reconciliar os portugueses com a democracia é liderar um programa que finalmente dê resposta aos seus problemas e anseios; já António José Seguro, ao não perceber que a principal razão para o afastamento dos cidadãos da política se prende com a incapacidade da política de produzir resultados, concentrou-se em defender alterações na forma de eleger deputados e na dimensão do parlamento (bastava, aliás, olhar para países com sistemas assentes em círculos uninominais para verificar que isso não representa taxas de abstenção inferiores à nossa). [...]»

 

 

Autores

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D