Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

iluminando

"Quem governa Portugal somos todos e não uma corte de iluminados em Lisboa" (António José Seguro, 23/07/2014)

iluminando

"Quem governa Portugal somos todos e não uma corte de iluminados em Lisboa" (António José Seguro, 23/07/2014)

Seguro dá um critério claro de decisão a quem vai votar

 

Isabel Moreira, no Facebook

 

«Depois da "separação dos negócios e da política" que diz representar, mas sem concretizar, depois da tirada do homem do interior contra "certos círculos de Lisboa" a saga populista de Seguro segue e soma: a um ano das eleições legislativas, sem falar com o partido, anuncia exuberante uma reforma eleitoral, assim 180 deputados ou círculos uninominais. Populista e irresponsável. O PS sempre protagonizou alterações ao sistema eleitoral, mas essas exigem uma maioria de dois terços, amplo consenso, discussão prévia para haver uma proposta final e concreta e jamais uma solução que ponha em causa a proporcionalidade da representação de certas regiões do país. Por ser matéria complexa, a haver propostas, para além de discutidas e não deliberadas, elas têm lugar no início da legislatura e nunca a um ano do final de uma. Ou acha Seguro que vai conseguir um speed com o PSD? Fazer isto é tentar mostrar nas primárias alguma coisa. Atingir esta demagogia, como Assis (apoiante de seguro, seguramente arrepiado) apelidava a proposta em 2010, em plenas primárias é dar um critério claro de decisão a quem vai votar.» 

 

 

Autores

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D